12.7.05

A escada - (ao meu Irmão)


foto de Ognid in Catedral



escada impossível.


parece e assim a nomearam

quem nomeia é autor

uma espécie de deus

que a tudo dá o nome e a luz e a cor.




e no entanto

eu já subi por uma escada assim

toda quebrada

subi-a com o peso de quem desce

ao inferno.


carregada de mim

de tudo o que perdera

de tudo o que temia

do próprio desamor que então

me acometia.



subi como quem desce

a impossível escada

e ela não quebrou

nem eu quebrei, nem nada.


lá em cima no topo

brilhava a luz do dia

cá em baixo, do chão sem risco

espiava a hipocrizia



- o tudo que eu não queria.


bendita escada! abençoado dia!

6 Dizeres:

Blogger wind deixou aqui...

Belo e forte poema:) Linda foto do Ognid;) Boa conjugação de imagem/poema. beijos

2:57 da tarde  
Blogger ognid deixou aqui...

obrigado minha Irmã :) um beijo enorme!

3:16 da tarde  
Blogger OrCa deixou aqui...

és
cada
um
dos
degraus
de
que
a
tua
vida
é
feita

(esta brilhantíssima asserção causa mais impacto se a 1ª letra da 2ª palavra começar por baixo da última letra da 1ª palavra e assim sucessivamente... a modos que poesia visual, mas o comentário não permite...)

10:08 da tarde  
Blogger paper life deixou aqui...

Orca, eu imaginei que fosse em degrau. :)

Bj

10:23 da tarde  
Blogger portatebem deixou aqui...

Muito giro!

Marta

11:38 da tarde  
Blogger batista filho deixou aqui...

Wind sintetizou mui bem: belo e forte poema.
... quantos recados, entrevejo...
Um abraço fraterno.

12:36 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home