5.4.05


emparedada em ti

húmido e musgoso

cetim do meu refresco

mãos de benção de pão

macieza voluntária de voz

nada é urgente agora

a não ser este gozo

este repasto farto

puxo-te com a mão

sorris para mim exposto

e de pé rolamos no colchão.







4 Dizeres:

Blogger wind deixou aqui...

Tão lindo:) bjs

7:03 da tarde  
Blogger Cristina deixou aqui...

:-)

7:35 da tarde  
Blogger lunar deixou aqui...

emparedada!...beijos

12:39 da tarde  
Blogger Madalena Pestana deixou aqui...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

1:21 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home